Capital Fashion Week 2015 vai contar com lançamentos de 50 Novos Talentos

Uma parceira firmada entre a empresária Márcia Lima e o Comodoro Edison Garcia garantiu a realização da 17ª edição do Capital Fashion Week em um dos lugares mais agradáveis da cidade: o Iate Clube de Brasília. O clube – um dos mais antigos e estruturados do DF – sediará, entre os dias 30/09 e 02/10, os 30 desfiles da semana de moda da capital federal. Após dois anos de sucesso no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em 2013 e 2014, o evento muda de lugar, como uma forma de abranger um público diferenciado. “Uma de nossas missões é divulgar a moda produzida aqui no Distrito Federal. Ao levarmos o CFW para os mais variados espaços da cidade, estamos chamando a atenção de novos olhares, mostrando a qualidade da produção local e valorizando o mercado interno, que gera renda e emprego para os brasilienses”, explica Márcia Lima, idealizadora do CFW.

Em 2015, o Capital Fashion Week alcança uma marca expressiva: o lançamento de 50 Novos Talentos. Este ano, completaram o time Daniel Larsan (moda masculina), Gabriela Palazzo (moda feminina), Lucianna Carvalho (moda feminina) e Minhocco (moda infantil). Além deles, estilistas do CFW e grifes da cidade compõem o line-up. Entre eles, Afrikanus (vestuário e acessório), Bia Balu (infantil), Brasil Mosaico (vestuário feminino), Désirée (vestuário feminino), Difuzi (vestuário feminino), DuCa (vestuários feminino e masculino), Fulanitas de Tal (sapatos), Guilda (vestuário feminino), Ivson Samabourque (vestuário feminino), Je Suis Petite (vestuário feminino), Laip (moda praia), Lurdinha Danezi (joias), Menina Palito (vestuário feminino), Mimos (roupas adaptadas para pessoas especiais), Mulher Bem Vestida (vestuário feminino plus size), Oui Mimi por Mirella Righini (vestuário feminino), OXGN (praia e fitness), Rapha Fitness (fitness), Romildo Nascimento (vestuário feminino e masculino), Sandra Lima (conceitual feminino), Suika (infantil), Vento Radical (fitness, moda praia e plus size), Vie La Viee (moda praia adulto e infantil) e Zinc (acessórios) – todos apoiados pelo Sindicato das Indústrias do Vestuário do Distrito Federal (Sindiveste-DF). Ao participar do evento, o Sindicato ajuda a consolidar Brasília como centro de referência em qualidade e design dos produtos da confecção do DF.

Destaque ainda para os trabalhos sociais do Concretamente Brasília e Apoena, que valorizam a mão de obra artesanal do Distrito Federal. O Concretamente tem como propósito o fortalecimento da cultura local e a geração de renda por meio do artesanato, a partir de oportunidades de comercialização e qualificação profissional, resultando na melhoria da qualidade de vida dos integrantes. Já a Apoena busca preservar o bordado como patrimônio cultural, a partir de um modelo de produção justo e sustentável, que investe em recursos e material humano.

Outra atração do CFW é o Capital Fashion Business. As 29 marcas do Sindiveste-DF que estarão expondo seus produtos passaram por oficinas e workshops do Sebrae/DF, outro apoiador do evento. O público poderá escolher entre roupas masculina, feminina, infantil e plus size, moda praia e fitness e também sapatos, bolsas e acessórios. O espaço atende a um dos objetivos do Capital: apoiar e aquecer a economia do setor. Atualmente, o DF possui cerca de 800 pequenas empresas no segmento de confecções. Dessas, cerca de 60% desenvolvem produtos para o segmento da moda. Existem também aproximadamente 1.200 empreendedores no segmento da confecção, entre designers, estilistas e outros profissionais que atuam no meio. Em destaque o setor de acessórios, bolsas e calçados produzindo para o mercado local. Juntos geram aproximadamente 3.000 postos de empregos diretos e outros 1.500 indiretos (estilistas, modelistas, faccionistas, bordadeiras etc).

Uma das novidades dessa edição é o Espaço Gastronômico, que será montado no estacionamento do Iate Clube. Cinco food trucks e dois food bikes estarão prontos para servir os mais variados tipos de cardápios para os convidados. O Naked Barbecue (comida americana), o Crepe Voyage (sabores franceses), o Nomad Food Truck (hot dogs americanos), o Vinny’s Pizzaria Artesanal (massa fresca), o Samurai Truck (comida japonesa), o PicNic Café (café espresso e lanches rápidos) e o Sweet Popcorn (pipoca e brigadeiro gourmet) devem deleitar as cerca de 12 mil pessoas esperadas para os três dias de evento.

Mais que apresentar tendências, o CFW tem como missão incentivar o crescimento do mercado fashion do DF. Ao longo de 11 anos de existência, o Capital Fashion Week projetou mais de 400 coleções de marcas da cidade, alavancou o surgimento de agências de modelos e estimulou a criação de cursos ligados à área. Por isso, um dos parceiros do evento é o Banco Regional de Brasília (BRB). “O CFW representa uma oportunidade para que confecções, marcas e estilistas da cidade mostrem seus trabalhos. Muitas cooperativas e associações do entorno do DF já revelaram talentos nas passarelas. Ao virarmos foco da mídia nacional e internacional, estamos ajudando na divulgação do nome de Brasília no Brasil e exterior. Isto acaba contribuindo para que a cidade se torne um destino turístico em potencial”, explica Márcia Lima.

Capital Fashion Week 2015