Femicc 2013 apresenta as novidades do setor coureiro-calçadista no Nordeste

Femicc 2013 apresenta as novidades do setor coureiro-calçadista no Nordeste

 

Em resposta ao forte e positivo desempenho do mercado coureiro-calçadista do Nordeste, a “Femicc – Feira de Máquinas para a Indústria Coureiro Calçadista” estreia no calendário brasileiro de feiras em 2013. Realizada de 20 a 23 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza (CE), a feira pretende unir expositores do setor e fabricantes dos segmentos de acabamentos em couro, componentes para calçados e artefatos, embalados e solados. O evento é organizado e promovido pela FCEM – Feiras e Congressos.

 

 

A indústria coureiro-calçadista brasileira vive uma trajetória crescente, tanto em relação ao consumo interno quanto às exportações de seus produtos. No Brasil, os estados do Rio Grande do Sul e de São Paulo se destacam como polos de produção, principalmente para exportação. Outros estados também aparecem na produção para consumo interno, como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraíba. Mas Ceará e Bahia são os estados que mais vêm se destacando por incorporarem várias empresas ou filiais de fábricas, na sua maioria gaúchas. Este destaque se deve à mão de obra menos onerosa e aos incentivos fiscais. Em 2010, o Ceará foi o maior exportador calçadista do Brasil em número de pares e o segundo maior exportador do Brasil em valores.

 

 

Mas o sucesso do setor coureiro-calçadista brasileiro se deve também à aposta na sustentabilidade, inovação e design, elevando sua base exportadora, aumentando o valor agregado dos produtos e fazendo frente aos concorrentes internacionais. Mesmo com tanto sucesso, o setor ainda busca alternativas que compensem o custo elevado da produção. Quanto mais o setor desenvolver seu produto com diferencial e conceito próprios, mais o produto oferecerá valor agregado, criando na mente do comprador e do consumidor um diferencial positivo para o calçado brasileiro.
Exportações

 

 

Segundo dados do setor, de 2007 a 2012 a China aumentou sua distância em relação à Itália, como maior fabricante mundial de calçados, com crescimento médio anual de 7,5%, enquanto os italianos tiveram queda anual de 3,5%. No período, o Brasil teve incremento médio de 2,3% e a Indonésia de 4,8%. As exportações brasileiras têm como maior comprador os Estados Unidos, mas não podemos deixar de lembrar dos compradores do outro lado do Atlântico, já que, mesmo com a crise europeia, o produto nacional teve boa aceitação entre os franceses. O motivo foi o aumento na procura por sandálias femininas.

 

 

 

Parcerias
A “Femicc 2013” conta com a parceria de algumas entidades ligadas ao setor coureiro-calçadista, são elas: Abrameq – Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para os Setores do Couro, Calçados e Afins; IBTec – Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro; Sebrae – Serviço de Apoio às Pequenas e Médias Empresas do Ceará; Sindcalf – Sindicato da Indústria de Calçados de Fortaleza; Sindicouros – Sindicato da Indústria de Curtimento de Couros e Peles no Estado do Ceará; e Senai – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Ceará. Os parceiros vão trabalhar juntos para a realização da feira, que é uma resposta ao forte e positivo desempenho do mercado coureiro-calçadista do Nordeste.

Doze empresas do Rio Grande do Sul, associadas à Abrameq, vão participar da “Femicc 2013”: Concórdia Máquinas, ERPS – Indústria de Máquinas, Gilmaq Indústria de Máquinas, Injemaq – Máquinas e peças Técnicas, Maquetec do Brasil, Máquinas Klein, Master Equipamentos, Metalúrgica Açoreal, Serotom – Maelli Indústria de Máquinas, Sulmaq Indústria Metalúrgica, Sulpol Indústria Metalúrgica e a W.O. Maquinas e Peças para Calçados Ltda.

 

 

 

Programação paralela
A “Femicc 2013” contará também com o workshop “Perspectivas e inovação no calçado brasileiro” realizado pelo IBTeC – Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos. As palestras acontecem no dia 21 de agosto.

O tema “Novas Tecnologias e materiais aplicados ao calçado” será apresentado pelo Prof. Dr. Valdir Soldi/ IBTeC. Em seguida, o Prof. Dr. Aluisio Avila/ IBTeC ministrará a palestra “Utilização da biomecânica para o desenvolvimento de calçados funcionais – esportivo, infantil, casual e profissional, entre outros”. Após as palestras, será realizada uma rodada de perguntas e respostas.

O IBTeC é um instituto que oferece soluções para empresas de vários setores. Sua área de atuação abrange desde consultorias para eliminar gargalos na produção, até o desenvolvimento de sistemas inovadores, passando pela elaboração de Normas Técnicas e a emissão do Selo Conforto, chegando à qualificação do canal de distribuição para o consumidor final.

 

 

 

FCEM – Feiras, Congressos e Empreendimentos
Fundada e dirigida pelo empresário Hélvio Roberto Pompeo Madeira, FCEM organiza as  feiras:
“Agreste TEX”, em Caruaru (PE); “Tecnotêxtil Brasil”, em São Paulo (SP); “Maquintex”, “Femicc Nordeste” e “Signs Nordeste”, em Fortaleza (CE); e “Febratex”, em Blumenau (SC). O Grupo FCEM é formado também pela montadora Pompeo Stands Promocionais e a Feiratur Viagens e Turismo.