FN Platform 2018 : Feira de calçados norte-americana gera novos negócios e visibilidade para marcas brasileiras

Abicalcados Brazilian Footwear Apex Brasil FN Platform

Calçados Brasileiros

Entre os dias 13 e 15 de agosto de 2018, Las Vegas foi, novamente, palco da maior feira de calçados dos Estados Unidos, a FN Platform. O evento, que reuniu 17 marcas brasileiras, deve gerar um total de U$ 4,6 milhões em negócios, entre efetivados e alinhavados no local. A participação das empresas verde-amarelas foi viabilizada pelo Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

A analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Ruisa Scheffel, avalia que a feira foi mais efetiva do que a do mesmo período de 2017. “No ano passado, os negócios ficaram em US$ 6,3 milhões, mas tínhamos 31 marcas, uma média de US$ 200 mil por grife. Neste ano, com 17 marcas, tivemos uma média de US$ 270 mil”, avalia.

Segundo Ruisa, os Estados Unidos seguem sendo um dos mercados mais importantes para a exportação de calçados nacionais, por isso a presença dos brasileiros no maior evento do setor na América do Norte é de suma relevância. “Na FN Platform, as empresas participantes se posicionam junto às principais marcas do mercado americano, o que gera ampla visibilidade e mostra que o calçado brasileiro é um concorrente global”, aponta a analista, destacando também os novos negócios proporcionados às marcas.

O gestor de Exportação da Vicenza, Geison Ferreira, também ressalta a influência da feira na imagem das marcas no mercado norte-americano. Segundo ele, embora esteja diminuindo de tamanho, a exposição continua reunindo compradores relevantes e contatos de qualidade, que justificam o investimento das empresas. “Tivemos visitas de grandes compradores, que poderão render bons negócios nos próximos meses”, avalia Ferreira.

Mercado
Segundo maior mercado mundial do setor de calçados, tendo importado, no primeiro semestre de 2018, quase 5 milhões de pares verde-amarelos, os Estados Unidos têm características singulares. A maior parte dos produtos embarcados são private label – com marca do cliente -, o que ressalta a necessidade de ações que trabalhem a imagem das marcas brasileiras naquele mercado.

.