Vitória Moda 2014 – Sebrae/ES vai apoiar a participação de 138 empresas

DesfileVitoria Moda 2014 Desfile Lei Basica

As cidades de Vitória e Colatina recebem de 29 de julho a 5 de agosto de 2014, a 7ª edição do Vitória Moda, evento que exibirá os lançamentos para o  Alto Verão 2015 dos principais fabricantes de moda no Espirito Santo. Entre 29 a 31 de julho será realizada a Etapa Fashion, no Itamaraty Hall, em Vitória. Já entre 3 a 5 de agosto, acontece a Etapa Business, no Shopping Moda, em Colatina. Durante o período haverá desfiles de coleções e rodadas de negócios com compradores de várias partes do país. A expectativa é gerar negócios na ordem de R$ 20 milhões, superando em quase 50% o volume de efetivado na edição 2013.  A semana de moda Capixaba é uma realização do Sistema Findes/Cindes e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo.

 
Sebrae/ES apoia empresas
Ao todo, o Sebrae ES apoiará a participação de 138 empresas no Vitória Moda. Com a promoção dos desfiles de microempresas e empresas de pequeno porte, os empresários capixabas terão a oportunidade de divulgar as criações e tendências do alto verão para pessoas de vários Estados brasileiros mostrando o potencial, qualidade e profissionalismo das marcas capixabas. “Realizaremos seis Rodadas de Negócios, com as quais pretendemos alcançar cerca de R$ 9 milhões em negócios. Além disso, elaboraremos 80 Planos de Melhorias Individuais como forma de potencializar o segmento da moda no Estado, que tem crescido significativamente nos últimos tempos”, antecipa Carla Bortolozzo Bassetti, gestora do Programa Desenvolvimento do Setor de Vestuário Capixaba.

 

Entre as premissas do Sebrae/ES para o Vitória Moda estão criar um ambiente favorável à realização de novos negócios e parcerias; promover o intercâmbio das empresas que compõem o setor; contribuir para o desenvolvimento e a promoção comercial da cadeia produtiva da indústria de moda do Estado do Espírito Santo e no Brasil; desenvolver o espírito de associativismo entre os empresários da cadeia produtiva; promover as tendências das indústrias capixabas para à moda do Brasil; gerar planos de melhorias personalizados a luz da realidade de cada ofertante, comparando a visão do empresário com a do mercado; incrementar o consumo no mercado interno e nacional; além de contribuir para a ampliação do mercado através do fortalecimento das marcas.

Fonte : Sebrae/ES