Vitória Moda 2017 movimenta mais de R$ 20 milhões em negócios

Vitoria Moda 2017 - Foto Henrique Fonseca / Site Heloisa Tolipan
Vitoria Moda 2017 – Foto Henrique Fonseca / Site Heloisa Tolipan

A edição de 10 Anos do maior evento do setor de moda e vestuário do Espírito Santo chegou ao fim na quinta-feira (13.07,.17) com volume de negócios aproximado de R$ 21 milhões. A avaliação é da FINDES – Federação das Indústrias do Espírito Santo, que agrega todas as vendas das marcas expositoras no Salão de Negócios, para lojistas, atacadistas e consumidor final, através da comercialização de pontas de estoque e lançamentos por meio de see now buy now. “Este número pode aumentar ainda mais, por conta das relações estabelecidas durante a feira. Uma das nossas ações é o programa Inovamoda que tem por objetivo desenvolver o vestuário no estado. Nós trabalhamos as empresas ao logo do ano e damos consultoria de design e mercado de venda, preparando sua apresentação para o Vitória Moda”, destacou o presidente da Câmara Setorial da Indústria do Vestuário da Findes José Carlos Bergamin.

Evolução
“Para o ano que vem, projetamos mais setores participando da feira e não apenas os ligados ao vestuário. Queremos dar oportunidade a outros símbolos capixabas, produtos que também são de importância econômica e que podem agregar ao evento, como bebidas – café, cachaça e cerveja artesanal, gastronomia, música e beleza, por exemplo”, antecipou.

Visitação
Com o tema ‘A História do jeans’, o Vitória Moda 2017 recebeu, entre os dias 11 e 13 de julho, no Centro de Convenções, cerca de seis mil visitantes. A sala de desfile com capacidade para 600 pessoas, esteve lotada pelo público em todas as sessões de desfiles.

Com crise ou sem crise
Não importa se há crise ou não. O Vitória Moda é um evento consolidado que se manteve e cresceu durante a crise. Bergamin, homem forte do evento, um apaixonado por moda e competente empresário do setor de vestuário tem uma frase que define bem a manutenção do Vitória Moda neste período de crise : ” Nós não entramos nesta nova crise, pois nem saímos da anterior. E, mesmo assim, com a primeira crise, mantivemos e melhoramos o evento”.

Organização
A organização do evento é um dos pontos fortes da maior e melhor semana de moda capixaba.