Análise de cenários para exportação será tema de workshop calçadista

workshop-calcadista-analise-de-cenarios

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) promoverão o workshop Análise de Cenários no dia 5 de novembro de 2015, às 18h30, no Hotel Locanda (R. Wendelino Henrique Klaser, 35 – Bairro Ideal), Novo Hamburgo / RS.

O encontro será ministrado pelo professor do Programa de Pós-Graduação em Economia da Unisinos, Marcos Lélis. Além de traçar o panorama atual do mercado para a cadeia coureiro-calçadista, o evento irá proporcionar uma mesa-redonda com representantes das entidades setoriais promotoras para debater a palestra em interação com os participantes.

Lélis adianta que será apresentado o cenário da economia internacional para 2016, as perspectivas para o Brasil e as tendências no comércio exterior da cadeia coureiro-calçadista nacional. “Com as informações das tendências econômicas para o próximo ano, o empresário poderá fazer um planejamento mais adequado à realidade”, destaca.

Segundo ele, o momento propício para alavancar as exportações, com o dólar valorizado, foi prejudicado pela perda de mercados importantes, com destaque para a Argentina. “E mesmo com um possível fim da crise econômica argentina, o que não deve acontecer antes de 2017, dificilmente aquele mercado retornará ao que era no início da década passada, até porque existe uma reacomodação interna da produção de calçados”, avalia, acrescentando que é imperativo pulverizar as exportações para outros mercados.

:: Instabilidade
Durante o workshop, Lélis também abordará a instabilidade vivida pelo País, que para ele é de ordem mais política do que econômica. “O ambiente político tem prejudicado os negócios internacionais, influenciando na oscilação cambial e trazendo ainda mais incertezas para a exportação”, afirma.

Segundo ele, a situação só poderá ser melhorada com a saída da crise política, que proporcionará a continuidade dos ajustes necessários na economia nacional. Para ele, o Brasil perdeu dois anos: “Em 2015 devemos ter uma queda de 2,5 a 3% no PIB e no próximo ano mais um tombo de 0,5 a 1%”, prevê.

A queda do PIB brasileiro, porém, contrasta com as expectativas para a economia mundial. O professor ressalta que em 2015 o PIB mundial deve crescer 3,2%. Para 2016 a previsão de crescimento é de 3,5%. “Existe uma reacomodação da economia mundial e o empresário precisa estar atento”, frisa.

Gratuito, o evento é exclusivo para associados da Abicalçados, CICB e Assintecal. As vagas são limitadas. Mais informações pelo telefone 51 3594 7011.

 

PROGRAMAÇÃO
18h30 – Coffee
19h – Análise de Cenários
20h20 – Mesa redonda
21h – Encerramento